17 nov 2020

Entenda tudo sobre “O Mini Pressurizador”!

[vc_row][vc_column][vc_column_text]

Diante de uma necessidade, a dúvida é inevitável, onde, quando e como instalar um mini pressurizador?  Conheça as vantagens e desvantagens. Leia o artigo e descubra o que melhor vai se adaptar a sua necessidade.

O mini pressurizador, é um grande auxiliar do técnico, quando a pressão no ponto de consumo é pequena. Possibilita que o aquecedor funcione bem e gere conforto e satisfação ao cliente.

Informações

O mini pressurizador é instalado no aquecedor a gás, conectado na parte inferior, na entrada de água fria e nunca na saída de água quente;
Como sua vazão e pressão são pequenas, serve para manter o equipamento ligado, ele “salva” um equipamento que foi instalado e não funcionou por conta de baixa pressão de água.
Como por exemplo nessa situação:
– Em um apartamento, no último andar, o reservatório é muito próximo em relação aos pontos de consumo, fazendo com que a pressão da água seja pequena demais. O aquecedor, se ligasse, desligaria no momento em que ocorresse mistura de água quente no chuveiro.

A solução para essa situação seria ter um mini pressurizador instalado na entrada de água fria, deste modo, a água quente poderia concorrer de igual para igual com a água fria e o desligamento ou não funcionamento do aquecedor não iria ocorrer. Logo, há aumento da pressão de água, há um auxílio que possibilita o funcionamento do aquecedor.

Dependendo do modelo e da marca o mini pressurizador inicia com 100W de potência, alguns chegam a 120W ou até 350W. Existem também modelos de 93W, esse modelo de bomba tem uma potência muito fraca para trabalhar diretamente com aquecedores a gás, sendo mais utilizada em recirculação de água em outras aplicações.

Se a potência for maior que 120W do mini pressurizador, poderá ocorrer um fenômeno conhecido como “Retorno de Água Quente”, onde a pressão excedente se sobrepõe e a água quente invade a tubulação de água fria. Ou seja, poderá empurrar a água quente de volta para caixa de água pela rede da água fria.

Como escolher o mini pressurizador?

Primeiro se faz uma avalição. Ao chegar no local de residência do cliente deve-se abrir a água fria e medir a vazão e a pressão do chuveiro, por meio de um manômetro de pressão de água. Utilizando os dados do manual, onde são indicadas as vazões e pressões máximas de cada equipamento/produto.

Situação: Tenho um mini pressurizador de 240W, onde posso utilizá-lo?
Em um aquecedor de 25, 30 ou 40L, normalmente no último andar, se for o caso de um apartamento.
Nas edificações modernas existem os hidrômetros, com a medição individual de água, é preciso conversar com a construtora ou com o próprio condomínio para descobrir se é permitido instalar esse mini pressurizador de 240W no hidrômetro.

Invista em seu Futuro Profissional

Se você quer saber um pouco mais sobre como o aquecimento de água a gás é uma área de atuação promissora e pode ajudar a alavancar os seus resultados financeiros é só clicar aqui:
Quero entender como funciona o Treinamento da Confortec!

O filtro

Sempre, quando se instala um mini pressurizador, o filtro é essencial, ele salva o equipamento de defeitos precoces.
Os mini pressurizadores possuem um sistema de acionamento por fluxostato, em mini pressurizadores menores ele é interno, mas pode ser externo em outros. Basicamente, o fluxostato tem como função controlar o liga/desliga do equipamento através do fluxo de água. Qualquer impureza contida na água, como grãos de areia, pode travar o fluxostato, por esse motivo é essencial a existência de um filtro.

É preciso ter cuidado com filtros que retêm partículas muito finas. Um filtro muito fechado, antes do mini pressurizador pode rá deixar trabalhando, só que com pouca água, e como consequência poderá acabar queimando.
É importante que o filtro seja instalado/colocado por um técnico!

Existe um motor elétrico dentro dos pressurizadores, esse motor depende do fluxo de água para executar sua refrigeração, logo, se houver pouco fluxo de água ou nenhum fluxo, esse motor não conseguirá se resfriar e vai aquecer até atingir temperaturas altíssimas e confinamento de vapor gerado pelo aquecimento. Quem estiver no banho pode se queimar, e não somente isso, terá prejuízos financeiros pois o equipamento deixará de funcionar!

Mini pressurizador de Bronze ou Ferro?

A durabilidade de um pressurizador de bronze é maior, o de ferro, dependendo da qualidade da água, pode acabar enferrujando e a ferrugem gerada tranca o mecanismo de acionamento, causando outros problemas. Então, existe uma tendência a se optar pelo corpo de bronze, embora o financeiro também deva entrar no assunto ao se escolher o material.

Antes de sair pesquisando e comprando seu equipamento tenha uma referencia de valores em mente. Veja neste link valores de mercado para equipamentos de primeira linha.

Ficou com alguma dúvida? Quer um orçamento? Entre em contato

SOBRE NÓS:

Somos uma empresa especializada em soluções para aquecimento de água e geração de energia elétrica solar. Desde julho de 2012 temos o objetivo de desenvolver tecnologias e soluções sustentáveis. Com produtos e serviços que aliam modernidade e funcionalidade, atendemos as demandas do mercado atual, de forma a gerar satisfação, economia e qualidade de vida às pessoas.[/vc_column_text][/vc_column][/vc_row]

Compartilhe:
Categorias
Aproveitamento de água
Aquecedor de Passagem
Aquecimento Solar
Climatização de ambientes
Diversos
Energia Solar
Geral
Treinamento
Uncategorized
Posts mais lidos
Vídeos do Youtube
Nossas Redes Sociais
Fale Conosco

2022. Confortec – Soluções sustentáveis e confortáveis para seu lar e empresa! Desenvolvido e Hospedado por Seu Site Feito