Confortec Aquecimento de Água a Gás / Solar e Energia Solar em Farroupilha RS
12 de fevereiro de 2017

8 Dicas para escolher seu aquecedor de passagem

Ao escolher seu aquecedor de passagem, você precisa ter uma noção básica sobre melhores marcas, potência, segurança. Preparamos este material para você evitar dores de cabeça futuros. Acesse, ficou em duvida, deixe um comentário, estamos a disposição!
Conteúdo do Post
Gostou? Compartilhe

Para você que quer garantir além de um banho quente e economia para seu bolso, mais segurança para todos, esse artigo é ideal

Aquecedor de passagem

Na hora de construir ou reformar, um item que merece atenção é o aquecedor de passagem. Além de garantir água quentinha, se bem escolhido, ele ainda possibilitará segurança, comodidade e economia para você. Por isso, elencamos oito dicas para você realizar essa escolha de forma assertiva.

Veja!

DICA 1 – ESCOLHA DO TIPO DE AQUECEDOR DE PASSAGEM

AQUECEDOR DIGITAL:

Devido a sua concepção construtiva, com dispositivos de monitoramento e tiragem forçada de gases, os aquecedores digitais são os mais seguros e econômicos do mercado.

CIRCUITO ABERTO:

Conhecidos como manuais contém chaminé de exaustão natural, porém são desprovidos de sistemas de monitoramento e tiragem forçada de gases. Esse tipo tem uma série de restrições de segurança, por isso, é muito importante observar as orientações da norma NBR 13103

CIRCUITO FECHADO / FLUXO BALANCEADO

Esse tipo de aquecedor conduz por meio de duto, o oxigênio necessário para combustão da parte externa do ambiente, proporcionando maior segurança e podendo ser instalado em locais críticos, como banheiros.

DICA 2 – LOCAL DE INSTALAÇÃO

Observe se o local onde ocorrerá a instalação atende aos requisitos a seguir:

– Volume do ambiente;

– Ventilação permanente;

– Tipos de exaustão;

– Tipos e modelos de chaminé;

– Disposição dos pontos de consumo.

Atente! Quanto mais próximo dos pontos de consumo o aquecedor for instalado, maior será sua eficiência, menor o seu consumo e menor o tempo necessário para a água quente chegar até o ponto.

DICA 3 – POTÊNCIA DO AQUECEDOR

A potência do aquecedor, geralmente especificada em l/min, é definida em função do consumo instantâneo dentro do ambiente.

Veja um exemplo a seguir:

Chuveiro:

Tempo: cronômetro 30 segundos;

Vasilhame: coletados 6 litros de água;

A vazão desse ponto será obtida pela divisão: 6 litros/0,5 min= 12 litros/min.

Analisando outros exemplos, temos:

1 ponto Chuveiro – 10 l/min;

1 ponto Máquina de lavar louça – 3 l/min;

1 ponto cozinha – 8 l/min;

Total da vazão= 21 litros por min;

Nesse caso, o ideal é adequar para um aquecedor de 22 l/min.

DICA 4 – MODELO DE AQUECEDOR

Os modelos digitais são mais econômicos e seguros, portanto, são os mais indicados. Os aquecedores manuais possuem restrições de instalação devido à segurança e os de fluxo balanceado são também seguros e indicados para ambientes críticos.

DICA 5 – ECONOMIA

O consumo de gás do equipamento está relacionado ao gradiente de temperatura, entre a entrada e a saída do aquecedor e ao fluxo de água instantâneo que passa por meio dele.

A potência do aquecedor pode ser explicada pelo exemplo:

Aquecedor 22 litros/min KO22D/DI

Significa elevar a temperatura de 22 litros/min de 10 para 30 graus.

Disponibilidade de gás, em forma de vapor:

Cada aquecedor, em função de sua potência, tem um consumo de gás associado. Assim, é importante levar em consideração na hora de dimensionar a alimentação do mesmo. Também, observe o modelo de recipiente e a taxa de vaporização do gás dentro do cilindro. Elas dependerão da temperatura ambiente.

DICA 6 – CONFORTO

A sensação de conforto no banho é gerada essencialmente, pela temperatura e pressão da água sobre o corpo. Para tanto, o aquecedor digital deverá ser alimentado por uma coluna de água (mca) significativa, ou seja, entre 10mca e 40mca.

Em muitos casos, como nos andares superiores em edifícios ou em casas com reservatórios próprios, a coluna de água é inferior à recomendada. A solução é instalar um pressurizador.

DICA 7 – CONSCIÊNCIA AMBIENTAL

A forma mais eficiente e econômica de aquecimento de água, com menor impacto ambiental, ocorre pela combinação de aquecimento solar  com aquecedor de passagem complementar, no modo in_line, onde o aquecedor apenas complementa a temperatura da água.

DICA 8 – SEGURANÇA

A instalação do aquecedor de passagem deve seguir as orientações da norma NBR 13103 e deve ser realizada por técnico qualificado. Dessa forma, a sua segurança e a de todos os que habitam o local, estará assegurada.

Lembre-se de realizar manutençãpreventiva anualmente. Ela é de fundamental importância, para manter as condições de segurança.

Um sistema de aquecimento de água bem dimensionado e instalado de acordo com recomendação técnica, propícia conforto, economia e segurança para todos.

Fontes:

– Treinamento técnico instalação de aquecedores, Komeco 2014;

– Recomendações norma NBR 13103;

– Norma ABNT NBR 16057:2012 Sistemas de aquecimento de água a gás – Projeto e Instalação.

SOBRE NÓS

Somos uma empresa especializada em soluções para aquecimento de água e geração de energia elétrica solar. Desde julho de 2012 temos o objetivo de desenvolver tecnologias e soluções sustentáveis. Com produtos e serviços que aliam modernidade e funcionalidade, atendemos as demandas do mercado atual, de forma a gerar satisfação, economia e qualidade de vida às pessoas.

 

 

Compartilhe:
Comentários
{{ reviewsTotal }}{{ options.labels.singularReviewCountLabel }}
{{ reviewsTotal }}{{ options.labels.pluralReviewCountLabel }}
{{ options.labels.newReviewButton }}
{{ userData.canReview.message }}
Fale Conosco

2022. Confortec – Soluções sustentáveis e confortáveis para seu lar e empresa! Desenvolvido e Hospedado por Seu Site Feito